Uma das entradas do Parque Estadual da Cantareira. 

Os outros Núcleos são o Cabuçu,https://oscaminhantes.com/2016/05/nucleo-cabucu.html  a Pedra Grande e o Águas Claras. 

Conhecido por ser a grande referência de área verde em plena cidade de São Paulo, abriga também grandes clichês, como um oásis verde na cidade de pedra e cinzenta, quase ninguém imagina encontrar tanto verde em plena São Paulo, etc, etc, etc….

Afora os clichês odiosos todos reunidos aqui, sim, tudo isso é verdade.

E quando precisamos ver e sentir um  pouco do verde é uma ótima pedida.

Voltamos ao Parque depois de quase 15 anos e *spoiler, foi uma boa surpresa.

A parte ainda, das piadinhas prontas do nome do Núcleo, que recebe este nome de Engordador porque existia no final do século XVII e XVIII uma fazenda, onde era realizada a engorda do gado que vinha do interior para ser comercializado na capital paulista.

 Outra versão vem do fato da concentração de rios e riachos da região, que “engordavam” o rio que leva o nome do Núcleo. Read More

#shortpost #nãoépublipost

Este post não é patrocinado nem recebemos apoio. 

São produtos que adquirimos ou ganhamos e testamos para contar nossa experiência para você. 

Ganhei esta camiseta da minha irmã caçula há muito tempo e ficava guardando, guardando, esperando estrear e numa manhã quente de junho de 2019 (atipicamente quente) resolvi testar a Camiseta ProLife UV. Read More

Depois de visitarmos o Lake Louise Visitor Centre e ficarmos perambulando, decidimos subir para o Lake Louise  perto de 11 horas.

Tudo cheio, os estacionamentos, tudo. Descemos para o Lake Moraine também estava tudo abarrotado.  

Percebemos claramente que para visitar esses lugares teríamos que sair bem mais cedo…

Paramos no meio da estrada para pensar no que fazer, abrimos o mapa, acabamos indo para o Johnston Canyon, voltando em direção à Banff, rodando uns 30 km.

Um passeio de meio dia, mas que foi o aperitivo para o lindíssimo Parque Nacional de Banff.

Johnston Canyon

Detalhes das trilhas aqui: Read More

#shortpost

No nosso segundo dia de acampamento no Lake Louise Campground https://oscaminhantes.com/2019/06/lake-louise-campground.html, depois de muita chuva, tudo molhado, acabamos indo tomar café no shelter, porque ainda continuava a chover, choveu a noite toda, e continou chovendo o dia todinho.

Acordamos cedo, tomamos café e fomos para o Lake Louise Visitor Centre.  Demoramos muito tempo lá, porque para os nossos parâmetros de sensações de frio e calor (e chuva) o alento de estar num lugar coberto e quentinho era muito reconfortante. E ainda com wi-fi free, nos esbaldamos lá com essas pequenas coisas… Read More

#shortpost

Somos frequentadores assíduos do Bairro da Liberdade https://oscaminhantes.com/2012/06/liberdade.html e  de vez em quando passamos no bairro para nos abastecermos.

Comemos no  Udon Nakamura https://www.minube.com.br/sitio-preferido/udon-nakamura-a3329651 há muito tempo e como a primeira experiência havia sido muito boa, quando soubemos, uns 4 anos atrás, que haviam mudado de lugar, fomos atrás. Foi tamanha a decepção no segundo endereço, fora da torre de restaurantes na R. da Glória, que nunca mais voltamos.

Semana passada, passando por lá novamente, qual não foi a surpresa em nos depararmos com o restaurante novamente. Read More

Este é o terceiro dia da nossa estadia no Canadá. Aqui foi o translado de Toronto para Calgary e continuando para a região do Lake Louise, já no Parque Nacional de Banff.

Pegamos um Uber, de onde estávamos hospedados, num AirBnB na região oeste da cidade para fazer o translado de Toronto para Calgary, que foi nossa parada de stopover, que eu conto mais aqui: https://oscaminhantes.com/2018/11/nosso-roteiro-para-o-canada-toronto-banff-e-vancouver.html. Quase perdemos o avião, mas conseguimos chegar. Embarcamos às 09h00 e chegamos por volta das 11h00. Read More

#shortpost

Atualizando um post antigo, da época em que eu era colaboradora na comunidade Minube, https://viajantes.minube.com.br/os-caminhantes-ogrotur trago aqui nossa sorveteria preferida… nada de marca, de sorvete importado e ter que escolher entre os preços exorbitantes praticados em qualquer shopping de São Paulo, gostamos é mesmo dos sorvetes da Cristal.

Frequentamos há aproximadamente 14~15 anos é uma tradição no bairro, desde que a loja ficava na R. Marcelina, sempre recebidos pelo proprietário, com um caloroso -”Olá!!! Tudo bem!!!!”, coisa de cidade do interior. Read More

Desde nossas incursões por terras sergipanas há dois anos (na verdade o lugar fica na divisa entre o Sergipe e Alagoas) por motivos de… bom.. todo mundo sabe, a expectativa de conhecer o tão famoso Cânions de Xingó foi cada vez aumentando, culpa das imagens e dos posts aqui:  

https://www.matraqueando.com.br/canion-do-xingo-como-visitar-o-belissimo-atrativo-que-projetou-o-sergipe-no-mapa-turistico-nacional

https://misscheck-in.com/2011/03/08/xingo-canion-rio-sao-francisco-sergipe/

Na nossa última visita, tivemos a oportunidade finalmente de riscar este destino da nossa lista de desejos.

O cânion, às margens do Rio São Francisco é resultado do represamento das águas do rio para a Usina Hidrelétrica de Xingó.
A paisagem é sim, estonteante. É inusitado você encontrar tanta água, de um verde intenso, em abundância em pleno sertão nordestino. É literalmente um refresco e um deleite para aquele calor.
Mas….(desta vez teve o incômodo  daquele mas…) algo não correspondeu às nossas expectativas. Mas conto daqui a pouco a razão deste desconforto.
Read More