Cachoeira do Jarrão-Palhoça-SC

#shortpost

Viagem feita em fevereiro 2022

A Cachoeira do Jarrão não figura entre as atrações principais quando pesquisei a região da Serra do Tabuleiro, porém nos foi indicada pelo Tom, da Tasman Trekking  e nos surpreendeu bastante.

Indico fortemente o guia, é profissional, não é careiro, faz um preço bem camarada, bem diferente de algumas agências ou guias que cotamos e é muito gente boa. Acabamos nos tornando amigos, claro.

Um bom ponto de referência é o posto Cambirela, que fica na BR e o atrativo fica do lado do famoso Morro Cambirela, com vários acessos e utilizamos o mesmo acesso que a população local usa para entrada.

Placa com fundo bege claro, descreve o atrativo e tem um mapa do lado esquerdo e fotos do lado direito

A entrada na Cachoeira do Jarrão-SC

 Para você ter uma visualização do atrativo, uma barraquinha que vende pastel com caldo de cana logo na entrada e vimos famílias chegando, crianças inclusive e com as pessoas carregando isopor.

Um riacho com águas escuras, mas transparente corre por grandes rochas, cercado por vegetação abundante nos lados esquerdos e direito da foto

Um mirante, na Cachoeira do Jarrão-SC

O interessante do local é que ele vai formando vários poços ao longo da queda então você pode escolher um ponto onde esteja mais vazio ou então que seja mais acessível como o caso das famílias que nós vimos,que costumam ficar logo no primeiro poço.

Nós caminhamos praticamente até o topo e a partir de um certo ponto, você já consegue ver o litoral lá de cima.

Poço de aproximadamente 10 m de largura, com água transparente.  Rochas de aproximadamente 2 m de altura ao fundo, onde formam-se duas pequenas quedas d'água. Uma pessoa se banha na frente de uma das quedas d'água. Mata abundante ao fundo, do lado direito e mais perto, à esquerda, árvores baixas

Um dos muitos pontos para se banhar ao longo da Cachoeira do Jarrão-SC

Como a água vem caindo aos poucos pelo lajeado e estava bem quente no dia em que visitamos,a água não é tão gelada, fica numa temperatura bem agradável.

E fizemos como todos os locais fazem, você escolhe seu poço de preferência e pode passar o dia por lá, levando  um lanche, tomar um banho e descansar.

Lageados de rochas com pequenos regatos e vegetação de ambos os lados. Ao fundo, pode ser visto parte do litoral e montanhas ao longe.

A vista do litoral, da Cachoeira do Jarrão-SC

Nós chegamos cedo, então tivemos oportunidade de pegar um local isolado e bem lá para cima. Quando descemos até a base, por volta das 13 horas havia muita gente chegando ainda e o primeiro poço que nós passamos que bem cedinho tinha só uma família já estava bem cheio parecendo o Piscinão de Ramos.

Não há segurança nem fiscalização, então o acesso é facilitado porém você talvez não consiga chegar lá em cima sem o auxílio de um guia.

Grande lageado de pedra com água transparente. Vegetação ao fundo abundante. Céu bem azul, com nuvens brancas salteadas

Mais um recanto da Cachoeira do Jarrão-SC

A distância percorrida deve ser de cerca de 5 km, numa trilha razoavelmente tranquila, não tem tanta vegetação mesmo porque a trilha é bastante movimentada, só  ficando mais fechada no final, por conta do uso mesmo ou você pode optar por fazer a subida por entre as pedras porém o caminho fica mais difícil dessa forma.

A dica depois de ter feito a caminhada e descido é almoçar no restaurante ou churrascaria que fica anexo ao posto.

 Nós optamos por esse formato. O buffet custa r$ 35,00 e o espeto corrido r$ 75,00 mas é bem servido afinal é self-service e a comida é bem saborosa ou foi o grau de fome em que nós chegamos no restaurante.

Para quando você for

Tom- da Tasman Trekking

https://tasmantrekking.com.br/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.