#shortpost O Armazém São Vito é mais uma loja da nossa série da Zona Cerealista. Como somos frequentadores contumazes, vou fazendo posts de atualização do pedaço mais saudável de São Paulo. Já passamos em outras lojas, mas como começamos com esta loja no começo das nossas incursões, acabamos ficando “acostumados” com o que encontramos,, Read More

Já contei que somos ratos de biblioteca e  sempre frequentávamos a mesma por ser caminho e ser um amor de longa data com a gente, aqui, mas procurando um livro específico para o vestibular e não encontrar na nossa costumeira biblioteca, fomos direcionados para essa nova surpresa. Share this:

#shortpost Pois é,  vida leva a gente a ir para lugares que nunca havíamos cogitado. Para variar, como é rotina na escola da Júlia, (mas isso é outra estória), fomos surpreendidas com um comunicado na última sexta feira que na segunda feira os alunos poderiam ir fantasiados para comemorar o Halloween. Share this:

#shortpost Visitamos o lugar na verdade para prestigiar a banda que iria tocar no dia. Todo mundo sabe que não somos muuuito de carne, só de vez em quando e a pergunta do dia era se valeria a pena comer antes, num dos inúmeros restaurantes do Bairro da Liberdade, com farta opção de comida, Read More

#shortpost Este é mais um endereço que freqüentamos na Zona Cerealista, desde o começo das nossas visitas, em 2014. O forte deles são os laticínios. Além da qualidade e diversidade, você vai pagar a metade do que pagaria em supermercados comuns. Share this:

#shortpost Site: http://www.brechocaprichoatoa.com.br/ Eu também tinha um certo preconceito contra brechó. A palavra em si me fazia sentir cheiro de naftalina e eu, que não tenho alergia, já sentia o olho coçar e o nariz arder. Mas isso é coisa do passado. Share this:

#ap #shortpost         Visitamos mais esta loja na Zona Cerealista, a convite do Thiago, gerente e proprietário.         Somos frequentadores assíduos da região, já contei aqui. Share this:

       Este é mais um Núcleo do Parque Estadual da Serra da Cantareira, o mais novo, foi aberto em 2008 e abrange aproximadamente 1/3 da extensão do Parque todo. Seu nome vem da referência a grande ocorrência de uma espécie de árvore nativa, chamada Cabuçu, que em tupi significa “caa” árvore e, Read More