Chocolates Pan

#shortpost

Provavelmente os mais novos não tem ideia do que eu estou falando. Ou quem não é de São Paulo.

A loja dos Chocolates Pan abriu perto de casa há mais ou menos uns dois meses. Tivemos que parar para ver. E … atenção!!! alerta de clichê: fomos levados diretamente à nossa infância.

Da época em que não era comum termos a despensa cheia de guloseimas (ou porcarias como chamamos em casa). Época em que comer doces era só em ocasiões especiais. Só aos finais de semana ou em festas. Em que ganhávamos um ovo de páscoa para todos os filhos. Não como hoje, onde cada filho ganha vários, onde ganhávamos um saquinho de confeito de chocolate colorido grande e separávamos por cor, em quatro porções exatamente iguais.  Lembro em especial dos ovos de páscoa da marca, que tinha a casca com o desenho de um casco de tartaruga. A casca grossa, a gente tentava repartir bem na marca do casco da tartaruga.

Desta loja saíram produtos icônicos, que muitos, mesmo não tendo a nossa idade devem se recordar:

-O cigarrinho, politicamente incorreto se transformou no lápis colorido de chocolate. Quem não “fumou” um cigarrinho de chocolate na infância, se sentindo “o adulto”;

-a bolinha de chocolate recheado com conhaque, onde criança, fingíamos “tomar” um cálice de bebida em meia bolinha mordida;

-o bombom com licor, recheado com cereja ou morango. Uma iguaria, uma preciosidade. A invasão do licor na boca, depois da primeira mordida na grossa camada de chocolate e depois saborear a fruta imersa no licor era coisa de “gente grande”.

-e as moedinhas de chocolate? Tratávamos como verdadeiros tesouros. Que eram depois delicadamente abertos e comidos com parcimônia.

Ainda estão lá ainda, a caixa de “bombons finos”, na caixa branca com uma rosa e uma coisa que descobri mais tarde só, depois de adulta, as pipocas cobertas com chocolate, verdadeiro vício.

Não lembro na época também, do pão de mel, cobertos com uma camada boa de chocolate e mais macios que os usuais do mercado e da pura gordice, que são as paçocas cobertas com chocolate.

Sim… é tudo pura gordice, um pecado…

Mas… me peguei observando os frequentadores da loja em uma das visitas praticamente semanais estes dias… ah!!!!!…. o que o vício não faz com a gente…

E percebi que assim como nós as pessoas não estão indo lá para comprar chocolates… estamos indo lá resgatar lembranças (siiiiim, por mais clichê que isso possa parecer para você!!!)

Um pouquinho da história, retirando do site lá embaixo (não sabia, fiquei sabendo para escrever esse pequeno post):

“O que marcou a Chocolate PAN, foi a forma de seu lançamento no mercado: os engenheiros Aliberti e Falchero colocaram um anúncio em um jornal de grande circulação da época, que no dia 12 de dezembro de 1935, um foguete seria lançado para a Lua. Todos ficaram ansiosos por saber de onde seria, na data prevista uma multidão se reuniu no Campo de Marte a espera do foguete e nada aconteceu. No dia seguinte foi noticiado que o foguete representava os produtos da PAN que estavam chegando ao mercado.”

E para completar o post mais cheio de clichês que eu já escrevi, esse amor pelas iguarias produzidas pela marca vão passando de geração para geração.

Para saber mais

Site:

http://chocolatepan.com.br/

Lojas

http://chocolatepan.com.br/localizacao-chocolate-pan/

 

Share this:
Share this page via Email Share this page via Stumble Upon Share this page via Digg this Share this page via Facebook Share this page via Twitter

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *