Trilha com crianças-Dicas básicas-Introdução-A malinha e medicamentos

         Muito bem, você decidiu que vai continuar com a sua vida de trilheiro mesmo com a chegada do seu rebento.

            Já ouviu de pai, mãe, sogra (ah!!! as sogras…. se bem que a minha  nunca  encheu meus pacovás), amigos de trabalho/amigos que não acham que isso seria aconselhável.

            Afinal, vocês agora são senhores e senhoras de respeito, e pessoas assim não devem se meter em loucuras e aventuras como os jovens. Sim, ouvimos isso de uma amiga que também tinha acabado de se casar, ter um filho, no auge dos nossos recém completados 30 anos. Já faz um certo tempo…

           Peraí, esse discurso está mais para comercial de sabão em pó da década de 50 não tá não?

            O ideal é ir para um resort all inclusive e se largar na cadeira lá sendo servido pelos serviçais e o seu rebento ir gritar nos ouvidos da equipe de recreação de plantão.

      Ah, também tem arrepios de pensar na hipótese?

     Então, acho que sua praia (ops… mato!! ) é outra, então meu amigo (a), seja bem vindo ao clube.

    Antes, talvez seja bom dar uma lidinha em dois posts que podem te dar mais firmeza na sua decisão, pois este, é um caminho sem volta.

      Trilha com crianças, é possível?

       Trilha com crianças, o que pensamos

scan0009

Dr. Pedrinho, Júlia com 3 anos

    Não tenha dúvida, se você quer fazer do seu filho um trilheiro mirim sem culpas e pagar terapia anos depois por ter causado sofrimentos e frustrações incontáveis, vá devagar, converse com seu parceiro, não exagere, dê tempo ao tempo. O importante é você continuar trilhando, até é, mas no momento, adeque sua vontade com a necessidade do seu filho.

   O lugar sempre vai estar lá (tá, existem exceções, florestas podem incendiar, vulcões podem entrar em erupção, cidades são destruídas por terremotos e maremotos), mas não é porque você não foi ainda que isso vai deixar de acontecer.

Preparando a malinha

Não, não é o seu filho, é a bagagem mesmo.

Óbvio, antes de sair você vai consultar o Climatempo e ver como está o tempo do lugar. É, mas isso nem sempre dá certo e você já deve ter percebido ao longo da sua experiência que previsão de tempo quando dá muito certo, tem alguma coisa errada.

Seu filho é uma… criança, e (não é comercial de sabão em pó) se sujar faz bem, LEMBRE-SE, ele vai se sujar, com certeza absoluta. Leve mudas de roupas a mais, e tanto para o frio como para o calor.

Não existe desconforto maior para a criança do que passar os dois, calor e frio. E molhado então, por um tempo, até vai, mas proteja bem o peito e outras regiões que vocês como pais, sabem onde a coisa “pega”. Tem criança que tem propensão a dor de ouvido, outros dor de garganta.

Especial para os trilheiros mirins: capa de chuva, boné ou chapéu, sapato sobressalente.

Outro detalhe importante: você usa roupa técnica ou especializada para você? Vamos combinar que uma bota de trekking, uma camiseta dry fit ou uma prosaica calça de tactel trazem um conforto muito maior para a caminhada?

 Não,  não estou sendo elitista. Quem conhece a gente sabe o quanto detestamos essa demonstração de suposto status e diferenciação. O custo-benefício que as roupas especializadas trazem são inúmeros, que (boa idéia) escrevo qualquer dia.


Planeje sua viagem com a gente

-Reserve sua hospedagem  com o Booking

-Reserve sua passagem  com  a Mundi

-Faça seu seguro viagem com a Real

-Alugue seu carro na Rental Cars


O negócio é o seguinte: compra para você, compra para o seu filho. Você quer conforto? Você tem obrigação de dar o mesmo conforto para o seu filho.

Sim, já vi gente super ultra “bem vestida”, com roupas importadas na época, pois o mercado era mais restritivo há uns 11~12 anos e o filho reclamando no meio da trilha que estava com o pé doendo. Fomos ver o tênis do menino, a sola super fininha, lógico que qualquer pedra ou galho machucavam o pé coitado…

scan0001

Serra da Bocaina, Júlia com 5 anos

Medicamentos

Você sabe o que o seu filho usa em determinadas situações.

Já teve a febre e a dor de praxe e provavelmente já precisou usar medicamentos antes e sabe as dosagens respectivas e ainda qual é a reação a estes.

Nós sempre levamos (eu sei, a gente é meio exagerado) dois kits: um kit primeiros socorros, que vai conosco na mochila de ataque. Tenha lá a primeira dose do medicamento até chegar ao acampamento/ pousada/hotel.

Outro maior, fica na bagagem “em terra”, ali ficam por exemplo, o vidro do xarope para tosse, ou do antibiótico em suspensão que ele estiver em uso.

Para quem não sabe, sou farmacêutica, daí talvez venha minha “obsessão”…rsrs..mas, por causa disso mesmo, não sou a favor da auto-medicação e nem daquela coisa louca que para dar um antitérmico para o seu filho você precise ligar para o pediatra. Moderação e bom senso cabem em qualquer lugar.

Lista básica para seu check-list de medicamentos: analgésico, antitérmico, soro oral em envelope, soro fisiológico em ampolas de plástico (servem desde para lavagem de olhos se entrar algum objeto estranho até para lavagem nasal), antidiarreicos, termômetro, bandagens ou band-aid, pomadas para picadas de insetos, se seu filho for alérgico, alguma coisa para acalmar uma queimadura solar.

Outra lista a considerar: antigripais, descongestionantes, antialérgico, antiespasmódicos e mais o que for de uso diário da criança, sob prescrição médica.

Imprescindíveis para levar na mochila de ataque, que vai com você na trilha: repelente, protetor solar, protetor labial, para retoques ocasionais. Não adianta passar só de manhã e sair.

  Vou dividir em partes para não cansar você demais, querido leitor. Esta série continua….

Share this:
Share this page via Email Share this page via Stumble Upon Share this page via Digg this Share this page via Facebook Share this page via Twitter

6 Comments on “Trilha com crianças-Dicas básicas-Introdução-A malinha e medicamentos

    • Oi Larissa!
      Obrigada pela leitura e pelo comentário!
      Realmente, tem que levar mas o melhor é quando o kit volta intacto sem utilizar! Mas quando a gente precisa é um alento ter na bagagem.
      Um abraço e a série de Dicas Básicas continua!

  1. Pingback: Trilhas com crianças-Dicas de transporte e guias

  2. Pingback: Trilhas com Crianças-Alimentação e hospedagem

  3. Boas dicas, em janeiro iremos fazer 15 dias entre tdp e el chalten e servirá estas dicas ela tem 4 anos mas já é uma ótima desbravadora, huahua. ..

    • Oi Leandro!
      Obrigada pela leitura e pelo comentário!
      Que ótimo saber que mais uma aventureira está chegando e aproveitando o que este mundo (e em particular esta parte do mundo!) tem de bom.
      Uma ótima viagem para vocês!
      Um grande abraço!
      Marcia

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *