Ocala National Forest

 

Links oficiais:

http://www.fs.usda.gov/main/ocala/home

http://www.fs.usda.gov/attmain/ocala/specialplaces

            Nesta segunda visita a Orlando, que apareceu por acaso no nosso planejamento de ferias, não havia mais necessidade de visitar absolutamente todos os parques como da primeira vez.  

            Como na primeira vez, acabamos nos perdendo (para variar) e não conseguimos fazer nada mais um pouco verde, como é a nossa cara, pesquisamos melhor e descobrimos esta área, que é uma Floresta Nacional americana para dar um tempo do Mickey e do Harry Potter.

            Uma das áreas de recreação desta área de preservação e uma ótima alternativa para quem quer sair do burburinho de Orlando.   
            Saímos numa terça feira pela manhã, pois havíamos reservado um camp site a partir de terça a noite,ficaríamos mais uma noite na quarta e sairíamos na quinta de manhã.. Os planos seriam visitar a cidade de Jacksonville, pois havia uma loja da REI na cidade e depois voltar para Ocala. Como conseguimos fazer a visita a tão sonhada loja de equipamentos em Detroit, na nossa longa escala de 10 horas na cidade, adiantamos o expediente.

Juniper Springs

A piscina, de outro ângulo

            As fontes existentes nesta área se formaram há milhões de anos atrás, chamado de Karst Topography, um sistema geológico natural que se formou com o desabamento das camadas de calcário formadas de recifes de corais e conchas compactadas no antigo mar que cobria grande parte da Flórida. Este desabamento formaram as fontes, os sumidouros e os canais, que hoje formam as fontes aquecidas e os aquíferos.

            A água fica constantemente em 22 º C durante o ano e as fontes despejam milhões de litros de água nos aquíferos diariamente.

Juniper Springs

Para saber mais, site oficial

 

IMG_5167

A área da piscina em Juniper Springs

 

            É uma das mais antigas e conhecidas áreas de recreação da Floresta Nacional no Sudoeste. Construída em 1930 pela Civilian Conservation Corps (CCC) e o fluxo diário de água de Jupiter e Fern Hammock Spring combinados é de cerca de 13 milhões de galões.

 Como chegar

          Fica a cerca de 140 km de Orlando, seguindo pela 19, depois pela 441 e depois pela 40 em direção a Silver Springs.

 Área de Camping

-78 lugares

            -os campsites podem acomodar barracas, trailers e motor homes acima de 35 pés

            -não há eletricidade, água ou esgoto, mas chuveiros quentes são disponíveis.

 Atividades

-canoagem é extremamente popular durante o ano. Uma trilha de sete milhas de canoa , Juniper Creek

            -são permitidas canoas privativas mas também existem canoas disponíveis para aluguel.

DSC05478

Tá, foto jacu, mas eu TINHA que tirar a foto desses semáforos clássicos, pendurados no cruzamento das estradas americanas

 

Passamos devagarzinho pelas cidades interioranas americanas, sentindo um gostinho do que é de verdade o país e seus costumes, longe da horda de turistas.

A entrada da Parque em Juniper Springs

 

            Chegamos cerca de 2h30 depois, pois fomos bem devargazinho pela estrada, parando no portão de recepção. Mostrei a reserva, a atendente me confirmou, deu algumas instruções, a senha para abrir o cadeado do portão, caso saíssemos do parque e retornássemos depois das 20:00 h e as orientações para chegar ao acampamento.

            Pagamos US$ 54,36, são US$ 21,00 por noite mais as taxas.

Os banheiros

Os banheiros, bem arrumadinhos

         Achamos facilmente a área do acampamento, identificamos nosso site e a cada andada (ainda de dentro do carro) um “Ahhh!!!” de exclamação. Passamos primeiro por uma construção grande que descemos para ver o que era, e eram os banheiros e a área de lavar a louça. Equipados com chuveiro de água quente, inclusive as pias.

Aqui a nossa área de acampamento

Aqui a nossa área de acampamento

        Tem a área de day use, que justamente fica na área das piscinas, mais as áreas onde podem se acampar, seja em RVs ou barracas. Possuem área para quem reserva e para aqueles que chegam sem reservar.  
            Os acampamentos não possuem rede elétrica, mas possuem uma mesinha com banco, uma churrasqueira e uma área para fogueira, para cada um. As áreas são numeradas, identificadas e limpas. Para cada site de acampamento, são permitidos dois veículos para estacionar. Em cada site, o seu nome de reserva, a data do check in e do check out.

A plaquinha com a nossa reserva

A plaquinha com a nossa reserva

                                                                    Impressionante.
            Montamos a nova barraca para estréia, fizemos nosso almoço também com a comida liofilizada e o novo JetBoil comprado na REI. Não é merchandising, são nossos relatos das nossas aquisições novinhas que nos fizeram felizes. 
            Fomos fazer o reconhecimento do lugar. As trilhas são absolutamente tranquilas, planas, caminho de passeio no bosque, literalmente. Não consegui nem estrear os novos bastões de caminhada.

IMG_5150

Olha o tipo de trilha, super tranquilo

            Recomendações em todo lugar lembram que deve ser tomado cuidado com as comidas estocadas, por causa dos ursos que vivem lá e para não entrar na agua por causa dos alligators.
            Chegamos à área das piscinas azuis, que foi o que me chamou mais atenção enquanto pesquisava o lugar. Uma água transparente, que ao reflexo da luz da tarde ficava azul, com algas verdinhas ao fundo, cheio de peixes pequenos nadando. Eu estava morrendo de frio e lógico que não me arrisquei, mas os dois não resistiram a água azul e entraram. A água além de ser de fonte mineral ainda por cima é termal.

IMG_5173

            Não é um quente muuuito quente, mas pudemos perceber no frio do dia seguinte, que a água da piscina estava mais quente que a temperatura externa. 

A área de pic nic em Juniper Springs

            Enquanto os dois nadavam, fiz um reconhecimento ao redor, localizando outras áreas muito agradáveis para um pic nic e uma guarda parque me chamou a atenção para um falcão paradinho na área esperando para ser fotografado. Descemos mais um pouquinho depois, caminhamos por plataformas de madeira e vimos também a área onde seria o começo do passeio de canoa, que veríamos como seria o passeio no dia seguinte.

1-DSC05451

Achei muito legal essa cobertura especial para as mesas dos campsites. E o pessoal deixa já tudo semi pronto nas mesas, para facilitar.

            Voltamos ao acampamento, preparamos mais um pouquinho de comida liofilizada, tomei um banho gélido (apesar da água ser aquecida), pelo frio que estava baixando no acampamento. Tivemos que enfrentar ainda o medo incontrolável de ursos que a Julia ficou. E não adiantou falar que ela já estava careca de acampar, ela disse que sim, só que na iminência de ser atacada por ursos não. E assim, as 7:00 h da noite, já nos recolhíamos para dormir num frio de doer.

IMG_5189

Mais um pouco da área de pic nic

           Passamos frio a noite, não estávamos preparados para o frio, que soubemos depois, chegou a ficar negativo pela madrugada, pois de manhã, quando fomos aos sanitários, minha mão doía com o frio. Acampamos na Patagônia, duas vezes, mas confesso que não chegamos a pegar o frio que pegamos aqui. Diante do frio, decidimos tomar café dentro da área de lavar louças. Não havia mais ninguém no acampamento, pelo menos no nosso camp site, então os banheiros eram exclusivamente nossos.

DSC05425

Um terror…

Confesso que nos arrependemos de não ter seguido a sugestão da Julia de ter passado a noite no banheiro… teria sido bem mais confortável.

 

DSC05474

Compartimento a prova de ursos… o segundo terror  

Outra parte da trilha, toda em plataforma de madeira

Pensamos que as trilhas fossem maiores, fomos todos equipados, mas como a Julia disse, poderíamos fazer as trilhas de chinelo. Gostaríamos de ter feito também um passeio chamado Juniper Creek, onde deveríamos alugar uma canoa, mas fomos informados pela manhã, quando a lojinha já estava aberta (ela fica aberta só até por volta do meio dia, tempo suficiente para que o cliente inicie a descida e termine cerca de 5, 6 horas depois, sete milhas lá embaixo, onde o pessoal vai buscar você e traz de volta a Juniper Springs) que não deveria ser feito por iniciantes, pois se a canoa ficasse encalhada em algum lugar e não conseguíssemos manejar a canoa, por sermos iniciantes, não seria possível descer da canoa para manobrá-la pelo perigo do ataque dos alligators.

1-DSC05447

Um morador local observando os visitantes

            Não quisemos correr este risco.
Diante do fato pois de não conseguirmos fazer o passeio de canoa, ter passado um frio do cão de noite e termos já passeado por todo o local, abortamos mais uma noite de acampamento, desmontamos a barraca e fomos embora, conhecer  um outro lugar, chamado de Salt Springs, onde a senhora da lojinha informou que era possível alugar uns caiaques ou barquinhos e navegar pelo local.

 Salt Springs

 Como chegar

25711 N.E. 134 th Place

Salt Springs, Florida 32134

www.saltspringsmarina.com

Fone: (352) 685-2255

            Salt Springs é uma fonte natural que se origina de fissuras verticais nas profundezas da terra. A presença de sais de potássio, magnésio e sódio dão às águas desta fonte uma leve salinidade, daí o nome Salt Springs. No começo dos anos 1900, muitas pessoas vinham às fontes, acreditando que esta tinha poderes medicinais.

IMG_5221

A Marina de Salt Springs

 Área de Camping

            acomoda motor homes, trailes e barracas

            -neste existem 106 lugares com conexões completas (não entedi direito, mas acredito serem de água, energia e esgoto) e 54 lugares sem conexões. Existem chuveiros quentes.

 Atividades

            Pesca e passeios de barco são extremamente populares.

            Na área da marina com uma rampa para barcos, os visitantes podem alugar botes e canoas e comprar iscas e equipamentos de pesca.

IMG_5222

A lojinha na Marina de Salt Springs

           Aqui, visitamos somente a área da marina, onde a senhora que encontramos em Juniper Springs indicou para passeios de barco.

DSC05467

            Nesta região, fica um  braço do Lake George, que o povo local parece adorar, segundo um senhor simpático que encontramos, perguntando se era nossa primeira vez lá, e que o local era muito bonito, que deveríamos visitar a área das piscinas, etc. Mas, passei minha infância em uma represa, já andei de caiaque por uma vida inteira, os dois também não se entusiasmaram tanto, então seguimos nosso reconhecimento da área de Ocala.

 Alexander Spring

 

           Esta fonte de água fresca bombeia aproximadamente 70 milhões de galões de uma água cristalina por dia.

IMG_5234

 Como Chegar

 ALEXANDER SPRINGS REC AREA

49525 CR 445
ALTOONA  FL  32702

(352)669-3522

IMG_5252

 Área de Camping

            –67 áreas podem acomodar barracas e veículos acima de 35 pés

            -como Juniper Springs, não há conexões de eletricidade ou água, mas dispõem de chuveiros quentes.

 Atividades

            As atividades mais usuais aqui são o hiking e biking.

            A Timucuan Trail te leva para uma área para pic nic com várias habitats numa volta de 1,10 milhas.

            A Paisley Woods Bicycle Trail é uma trilha de 22 milhas através de areias branquinhas.

IMG_5247
Achamos aqui bem parecido com Juniper Springs. A atendente do portão iria cobrar o day use, mas explicamos que seria uma paradinha bem rápida, só para tirar umas fotos e ver a área das piscinas, então ela cobrou um depósito caução de US$ 5,00, onde deveríamos retornar em 30 minutos. E foi isso que fizemos. 
            Uma área bem arrumadinha, com a estrutura de lojinha e sanitários como Juniper Springs, os banquinhos e toldos para pic nic, só que as piscinas eram diferentes. Uma área cercada (por causa dos alligators), numa água bem clarinha também, só que não era quente, segundo os dois que colocaram a mão.

1-IMG_5230

A área de recreação

            Um lugar bem bonito, bastante agradável igualmente. 
            Uma pena, que acabamos pegando uma frente fria estacionada em cima da região bem nessa época, mas fica a dica para você aproveitar na sua próxima visita a Orlando. 

Share this:
Share this page via Email Share this page via Stumble Upon Share this page via Digg this Share this page via Facebook Share this page via Twitter

4 Comments on “Ocala National Forest

  1. Cadê os ursos? E os alligators? Não apareceram para as fotos?
    É por isto que minha esposa reclama de viajar comigo…eu iria ficar horas procurando, até conseguir fotografar algum…rsrsrsrs.
    Muito legal esta parte da viagem!
    Abraços a todos.
    Pompeo

    • Olá amigo!!
      Ainda bem que não apareceram para o close!!
      A Júlia ia ter uma síncope!!!
      E é como eu denominei mesmo…. quando você cansa um pouco de ver aquele montaréu de gente, é um grande refresco!!
      Um grande abraço para a família também!!
      Marcia

  2. Olá!

    Gostaria de saber se é plausível sair de Orlando visitar o parque durante o dia e voltar. Já que não gostaríamos de dormir no local.
    E eu li em alguns sites que a entrada é gratuita, confere?

    Obrigada!

    • Olá Daiane,
      O parque fica a 140 km aproximadamente de Orlando, então se você sair cedo, dá tranquilamente para fazer um bate e volta sim.
      Todos os sites que nós visitamos existe uma taxa de entrada sim, só não tem que pagar se você ficar hospedado lá, claro, como no nosso caso que utilizamos o camping.
      Mas era uma coisa barata, em Juniper Springs por exemplo, o day use por pessoa era de US$ 5,00.
      Abraços!
      Marcia

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *