Magic Kingdom

           Este é o parque mais cobiçado, aqueles que todos lembram, o parque do castelo sim!!! O parque das picesas e picipes…

              Pegamos o dia mais nublado e frio neste parque em nossa estadia em Orlando. 

            É onde você pega o monorail, é, ele passa dentro do lobby do Disney´s Contemporary Resort e os pobres mortais visitantes passam por lá embasbacados.

             Depois de desembarcar do monorail é que você vai encontrar as bilheterias e aí a “magia” do lugar já começa, sendo você criança ou adulto o pessoal já te saúda com um –“Hi princess!!!”, esfuziante! Até dá para começar a se achar…

            Mais alguns passinhos e a placa do Let the Memories Begin para te lembrar de novo que você entrou em terras mágicas. Daí você olha para toooodos os lados e começa a legião de picesas a aparecerem. Sério, lembra invasão zumbi, só que de princesas.

            Começamos a andar e apesar do dia nublado e frio impossível não achar linda aquela decoração de Natal e toda a ambientação, perfeita, como em todos os parques Disney.

            Aí aparece lá no fundo, o castelo da Cinderela. Eu sei, parece idiota, mas na hora, dá um apertinho na garganta, mesmo para os velhos (ou será principalmente?).

            Passamos em frente ao salão de transformação de simples meninas em princesas e mais aparições de picesas, em todo lugar.

            Estou tirando um sarrinho básico, porque as nossas meninas já são adolescentes mas as duas disseram que se tivessem ido mais novas, com certeza queriam passar pelo momento transformação. E sinceramente, sendo mãe de menina, acho que vale a pena sim!  É um sonho delas e quando é que você vai voltar lá de novo? Vale também para os meninos, lógico! Só que eles se transformam em piratas.

            Chegamos na área do Castelo da Bela, mas na época, tinha acabado de inaugurar, a fila passava de 2 horas e simplesmente desistimos.

            Começamos com um brinquedo bem bobo, da Ariel, Under the Sea Journey of the Little Mermaid que era aqueles barquinhos que vai passando devagarzinho e contando a história da pequena sereia. Bonitinho mas…

            Descemos para a parte do Tomorrow Land, fomos ao Space Mountain, um negócio bem sem graça, um “foguetinho”, que vai passando pela “galáxia” e para isso, o lugar é bem escuro, com os astros no fundo.

            Na mesma área, fomos para o Stitch’s Great Escape. Achamos que de repente fosse legal, adoramos o Stitch aqui em casa. O brinquedo  funciona assim: o Stitch e toda a parafernália eletrônica fica no meio, todos sentam ao redor, em círculos, e aí começa a pretensa confusão, com acender e apagar de luzes, algumas coisas roçando na sua cabeça e nos seus pés simulando o bichinho fujão e fumaça, fumaça. Saímos de lá intoxicados com o fumacê.

            Chegamos no Buzz Lightyear Sparce Ranger Spin, aqueles carrinhos com raio laser e quando aparece o Zurg e o seu exército você tem que atirar. No nosso caso e da minha sobrinha, matamos não sei o que direito, que disparou pontos e mais pontos e o contador enlouqueceu.

   

      Assistimos ainda, um show dos Monstros , um show legal até, interativo, onde os personagens brincam e interagem com a platéia.

           Assistimos uma Parada à tarde, cerca de 15:00 hs e (lá vai de novo, parece bobeira) mas além do figurino, dos carros, do ensaio, fiquei mesmo impressionada como acham os atores bem parecidos com os personagens dos desenhos.

         Enquanto beliscávamos uns corn dogs e pretzels (não, todo mundo ficou meio com nojo daqueles enormes turkey legs, que mais pareciam coisa de Fred Flintstone e seus mastodontes), descemos para a área de Frontier Land.

            Paramos no Splash Mountain, não tem muito o que explicar, é aquela montanha russa que cai na água. Como estava frio, nem eu nem minha sogra nos aventuramos por aqui.

            Já que estávamos na área, o Big Thunder Mountain Railroad , uma montanha russa pequena, curtinha, básica, e o que vale aqui é o cenário bem feitinho. Mas como montanha russa, nada a acrescentar.

             Fomos para a  Haunted Mansion, já na área de Liberty Square. Aquelas atrações feito trem fantasma, mas é uma cadeirinha e que vai passando por uma casa abandonada e mal assombrada, com fantasmas, mas esses são legais. O legal também é a parte da fila, onde é possível brincar. Num órgão, você pode “tocar” uma musiquinha, dependendo das teclas, como se fossem reais.

          Seguimos em seguida para a frente do castelo, para assistir ao show da tarde, que lógico  não poderia faltar e lá vai aquela lágrima fugitiva escorrendo pelo cantinho do olho (e dessa vez não foi meu não, hein)

           Depois do show, fomos ao Pirates of the Caribbean , na área de AdventureLand.

            Você sobe como se fosse num barquinho e vai navegando assitindo aqueles bonecos em animatronics, em vários cenários e a musiquinho de pirata animando o seu passeio.

     Mais uma voltinha pelos arredores, passamos pela casa da Família Robinson,  os mais novos não vão lembrar, mas era um seriado beeem antigo que passava à tardezinha, sobre uma família de náufragos e sua vida numa ilha e na casa na árvore. Não é imperdível, só para dar uma olhadinha.

            Passamos ainda naquele brinquedo clássico dos clássicos, It’s a Small World , é , aquele com aquela musiquinha chiclete, não tem jeito, a gente lembra só do Programa Silvio Santos.

            Desculpe a falta de entusiasmo total neste post, mas a Júlia resumiu bem o que achamos do parque: o parque todo para nós, tirando o fator nostalgia, lembrança de infância , etc, etc, é o que chamamos aqui em casa de brinquedo da digestão, os brinquedos que nós costumamos brincar quando comemos um lanchinho e precisamos descansar.  Mas, é o que nós dissemos: precisa andar e brincar em todos os parques para depois escolher aquele(s) que você irá voltar depois.

Share this:
Share this page via Email Share this page via Stumble Upon Share this page via Digg this Share this page via Facebook Share this page via Twitter

5 Comments on “Magic Kingdom

  1. U-huu! Tá lindo o novo blog! Que lusho! Adorei os “fotões”. Ah, muito bom o relato do Magic Kingdom, é sempre bom ver a experiência de pessoas “normais” nesse mundo de fantasia! Parabéns pelo site, maravilhoso! Bjs!

    • Oi Silvia!!
      Muito, muito obrigada pela visita e pelo comentário!
      É meio ogro nosso relato mesmo, mas foram as nossa impressões nesse mundo mágico da fantasia, que acabamos tirando um sarrinho básico.
      Beijos!!!

  2. O Magic Kingdom é realmente incomparável, o parque mais legal da Disney.

    A Space Mountain e a Splash Mountain são as atrações mais legais na minha opinião. Adorei as dicas !!

  3. Parabéns pela matériaaaaa!
    Gostei muito das informações, elas foram bem úteis para a formação do meu roteiro de viagem.

    Muito obrigada.

  4. Pode parecer clichê, mas o Magic Kingdom é um dos melhores parques temáticos do mundo !! Vale a pena a visita, quando fui inclusive separei dois dias da viagem para ele, para curtir bastante.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *