Guarapari

1-guarapari 054

 

               Saímos de Vila Velha, numa visitinha rápida e chegamos à tardezinha em Guarapari. Ficamos na praia de Meaípe, na Pousada Enseada do Corsário. (amigos, deixamos o link aqui  como informativo,  mas não está abrindo, parece ser problema do site, desculpem…)  Pagamos R$ 900,00, para 3 pessoas, 6 diárias, um quarto no andar superior com varanda.

                  Algumas outras opções de hospedagem aqui

           Nos instalamos e fomos procurar um local para jantar e a vontade de comer massa, que nos acompanhava desde Venda Nova do Imigrante, tentamos saciar numa cantina italiana, que eu não me lembro o nome, mas só tinha esta, bem no cantinho, quase no fim da praia. Achamos meio salgado um preço de penne com gorgonzola por R$ 40,00 e um espaguete brasiliano que na verdade era massa de tomate com uma folhinha de manjericão por cima… se ao menos a massa fosse caseira, mas era massa pronta mesmo. Devíamos ter comido mesmo em Venda Nova….

 

O jardim antes de chegar à Praia dos Padres

O jardim antes de chegar à Praia dos Padres

 

            No dia seguinte, fomos para a Praia dos Padres, praia isolada, reservada, com uma área verde ajardinada, cheia de árvores e sombras, pequena e com pouquíssima gente. Perfeita!!

            Saímos um pouquinho antes do horário do almoço para fazer o programa turistão no centro de Guarapari.

           

        Paramos na Praia das Castanheiras/Areia Negra, almoçamos num restaurante português, um filé à parmegiana, que se autodenominava o melhor filé à parmegiana da região. R$ 53,00, bem servido e tal, mas tinha molho demais, queijo de menos ou nós é que fomos estragados pelo filé à parmegiana do Degas,na Lapa,  que precisamos voltar para tirar mais fotinhos e comprovar que é um filé tão macio que você corta com colher!   

 

         Andamos na orla, passamos numas barraquinhas de feira de artesanato, continuamos conhecendo as outras praias, do Morro, passamos por Setiba e assim terminou nosso passeio praiano….

            Também não posso deixar de falar que experimentamos a famosa moqueca capixaba (sim, não tem leite de côco ou azeite de dendê para quem torce o nariz), de badejo com molho de camarão, bem servidíssimo, principalmente para duas pessoas só, porque a Júlia não come peixe…#japadearaque…por R$ 80,00.

            Vou colocar aqui uma dica que recebemos da moça da Pousada, no dia seguinte, antes da visita ao Parque Paulo César Vinha, nosso próximo post, um lugar bom e barato para comer, foi o RR para os íntimos, rango rápido para os locais, algo como o nosso PF, prato feito, por prosaicos R$ 15,00, na Padaria Baobá, do lado da Pousada. 

Share this:
Share this page via Email Share this page via Stumble Upon Share this page via Digg this Share this page via Facebook Share this page via Twitter

3 Comments on “Guarapari

  1. Olá Marcia,
    Estou cada vez mais decepcionado com as opções gastronômicas nestes pontos turísticos. Não sei se estamos “bem acostumados” com as opções aqui de São Paulo, ou se o pessoal esta mesmo precisando melhorar, o conteúdo e o preço.
    Abraço a todos.
    Pompeo

  2. Pingback: Parque Paulo César Vinha | Os caminhantes

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *