Pico da Bandeira- Parte técnica

 

Pico da Bandeira

Pico da Bandeira

Parte Técnica

Nossos links de referência:

Tiago Reis, com o seu Rotas Capixabas

Um relato do Mochileiros, muito bom, do Rafael Freitas, que me ajudou inclusive através de mensagens via Facebook.

E o link oficial do Parque, claro:

ICMBio

http://www.icmbio.gov.br/parnacaparao/guia-do-visitante.html

http://www.icmbio.gov.br/portal/o-que-fazemos/visitacao/ucs-abertas-a-visitacao/201-parque-nacional-do-caparao.html

Copiando aqui do site do Parque:

…”COMO CHEGAR

Para quem sai de Belo Horizonte:

Pela rodovia BR-262, o turista/visitante deve seguir no sentido Vitória(ES) até a cidade de Manhuaçu(MG), a 280 km de Belo Horizonte. Após a entrada de Manhuaçu, na BR-262, deve-se pegar, à direita, a rodovia para Manhumirim(MG) e Alto Jequitibá(MG). Em Alto Jequitibá, o turista deve pegar à esquerda, a rodovia para Alto Caparaó(MG), totalizando cerca de 330 km de distância da capital mineira.

Para quem sai de Vitória:

Seguir pela rodovia BR-262, sentido Belo Horizonte(MG). Quinze quilômetros após a divisa dos estados do Espírito Santo e de Minas Gerais, na BR-262, o turista/visitante deve pegar, à esquerda, a rodovia para Manhumirim(MG) e Alto Jequitibá(MG). Em Alto Jequitibá, deve-se seguir, à esquerda, a rodovia para Alto Caparaó(MG), totalizando cerca de 225 km de distância da capital capixaba.

O acampamento Casa Queimada

O acampamento Casa Queimada

ONDE FICAR

O Parque dispõe de quatro áreas de acampamento, onde o visitante pode desfrutar de contato direto com a natureza. É necessário efetuar reserva com antecedência para aqueles que desejarem permanecer acampados. Informações sobre reserva podem ser obtidas na homepage do parque, ou pelo telefone da Unidade de Conservação.

Há também pousadas e hotéis, distantes entre 1,5km a 4km da sede da UC, no município de Alto Caparaó, com preços variados. Pelo lado capixaba há também a oferta de hospedagem e alimentação, na sede do município de Dores do Rio Preto e no distrito de Pedra Menina, bem como na cidade de Espera Feliz (MG).

A portaria do Parque

A portaria do Parque

INGRESSOS

As taxas são variadas para quem deseja desfrutar da beleza do Parque Nacional do Caparaó. O valor do ingresso por pessoa custa R$ 11. O valor da pernoite por pessoa é de R$ 6, o aluguel pela churrasqueira é de R$ 5 e a taxa cobrada por pessoa para o abrigo com mínimo de 6 e máximo de 12 pessoas, custa R$ 10 por noite.

Telefones: (32) 3747-2086/2943.

Para reserva envia e-mail para parnacaparao@gmail.com

Mais informações no Site do Parque Nacional do Caparaó

 

          Muito bem, as informações técnicas: o Pico da Bandeira é o terceiro ponto mais alto do País, com 2.892 metros de altitude, localizado na Serra do Caparaó, na divisa dos Estados de Minas Gerais e Espírito Santo, dentro do Parque Nacional do Caparaó.

            Para nós, a cereja do bolo desta viagem.

            Fica atrás do Pìco da Neblina, com 2.993,8 e do Pico 31 de março, com 2.972,7 metros, ambos no Amazonas. Não são nada comparados aos picos nevados do Peru ou da Bolívia em termos de altitude, mas para uma expedição modesta, é o ponto mais acessível dentro do Brasil, pois os dois primeiros necessitam empenhos beeem maiores, atravessar estradas quase inacessíveis mesmo em 4×4, cruzar rios, andar em trilhas bem pesadas, com lama até a altura dos joelhos, pedir autorização para a Reserva Yanomani, contratar carregadores, alugar voadeiras para cruzar os rios e pagar o combustível também com os Yanomanis, pois o Parque Nacional está sobreposta à área de reserva indígena…já cansei só de descrever isso, imagina a trilha!!!

            Todas as informações que eu li, diziam que a subida pelo lado capixaba é mais puxada, por ser mais íngreme, mas também o visual era mais bonito. Pelas pesquisas que fiz, o lado de Alto Caparaó é realmente mais estruturado, a cidade gira em torno do Pico da Bandeira, então acredito que o receptivo é maior, mas buscávamos uma coisa mais rústica, e queria entrar pelo lado capixaba mesmo.

            Havia ainda, um atrativo a mais do lado capixaba, que eram as cachoeiras!

Cachoeira dos Sete Pilões

Cachoeira dos Sete Pilões

Algumas informações, copiadas do Rafael Freitas, citado lá em cima (leia todas aqui).

“2° Pelo lado do ES no 1° Camping (Macieira) vc contara com água quente nos banheiros e, luz elétrica nas churrasqueiras, já no 2° Camping (Casa Queimada) um estrutura normal sem comodismos de água quente e luz elétrica.
3° É possível encontrar os mesmos benefícios de luz e água quente no lado MG no Camping da Tranqueira, porem em 90% das vezes os serviços estão indisponíveis, muito em virtude de depredação dos usuários do parque.
4° É possível chegar até de Van ou carro 1.0 no 2° Camping (Casa Queimada) pelo lado do ES, ficando mais próximo do Pico do que o lado de MG onde o carro só vai até o 1° Camping Tronqueira.
5° Não é permitido a entrada de motos no parque, contudo existe estacionamento vigiado pelo parque, posterior em ambos os lados os motociclistas contaram com “táxi” ou Jeep.
6° Nos feriados e datas de grande movimento é possível alugar mulas no lado MG para levar bagagens ou até pessoas do 1° Camping (Tronqueira) até o 2° Camping na Casa de Pedra, é uma boa opção e relativamente barata poupa muita energia para a subida do pico.
7° A trilha pelo lado Mg é relativamente mais fácil, com bastantes pontos de água, e boas marcações, já o lado do ES é mais curta no entanto mais difícil, com bons trechos de “escalaminhada”, lógico que perto do Pico não tem jeito a coisa da uma apertada nos dois lados.
10° A Cidade de Alto Caparaó em MG que da acesso ao parque possui uma excelente estrutura seja hotéis, lojas, restaurantes, parques privados como “Andorinhas” etc… vale a pena ir só para relaxar em um dos hotéis e pousadas do local e aproveitar para comer muito bem… é passeio para família toda.
11° Em Pedra Menina lado do ES a coisa muda e é bem rustica digamos, nem chegando aos pés de Alto Caparaó quanto cidade, contudo atrativos de cachoeiras tanto no parque quanto no entorno são muito mais atraentes e, excelentes em tamanho de queda, o lado MG eu falo que “não se encontram cachoeiras” mais “quedas dágua”, já no lado do ES é para valer.
12° Em ambos os lados os serviços de guia podem ser utilizados de preferencia optar pelos guias cadastrados na pagina do parque junto ao ibama, você pode ter acesso a telefones uteis e inclusive fazer reservas utilizando o portal.
15° A temporada do parque se inicia entre Abril e vai até Setembro, é importante lembrar que mesmo não estando no inverno mais rigoroso é importante levar roupas apropriadas não apenas para uma boa caminhada mais como casacos e sacos de dormir para temperaturas a baixo de 0 graus.
21° Posso falar mais 50 pontos mais quem tiver alguma duvida é só entrar em contato.”

E somos testemunhas mesmo, ele nos auxiliou, mesmo sem nos conhecer.

as antigas marcações nas pedras

as antigas marcações nas pedras

Ficamos bastante receosos de subirmos sozinhos, sem guia, mas durante as nossas conversas, com a Relva, da Pousada Beija Flor, que já subiu bastante, dizia que havia um trecho complicado, onde as marcações sumiam e poderíamos nos perder. Mas na primeira vez que subimos ao Parque, os guarda-parques da portaria falaram que haviam acabado de fazer novas marcações, cerca de 50 m entre cada uma e que deveria ser fácil de nos guiarmos sozinhos.

Também um fator que nos desencorajou um pouco, foi o preço dos guias, liguei para um, mas que cobrava R$ 200,00 para a subida da noite, sim, porque o grande atrativo é pegar o nascer do sol lá em cima.

Já comentei antes, mas é importante fazer a reserva antes se você for pernoitar no Parque. A portaria só fecha às 22:00 hs, justamente para aqueles que pretendem subir à noite consigam chegar a tempo de pernoitarem e fazerem a subida de madrugada.

Havíamos reservado para uma segunda, que não deu certo e o que os guardas me informaram era que se subíssemos até a quinta-feira seria tranquilo. A partir de sexta-feira, o acampamento já ficava bem cheio, então teria que ter a reserva, para acampar.

Não menospreze o frio. Mesmo no acampamento faz muito frio e lá em cima, no pico mesmo, o frio é cortante! Uma boa garrafa térmica com algo quente faz toda a diferença lá em cima!

 

Share this:
Share this page via Email Share this page via Stumble Upon Share this page via Digg this Share this page via Facebook Share this page via Twitter

14 Comments on “Pico da Bandeira- Parte técnica

    • Olá Geraldo,
      Passamos pelo Acampamento Macieira somente para visitar as cachoeiras, mas segundo o relato do Rafael Freitas, que eu cito no texto e coloco o link com as informações que eles passa,vc contara com água quente nos banheiros e, luz elétrica nas churrasqueiras, por isso acredito que haja algumas tomadas de energia. Mas aconselho vc mandar um e-mail para o Parque para confirmar:

      Telefones: (32) 3747-2086/2943.
      Para reserva envia e-mail para parnacaparao@gmail.com
      Um abraço e boa subida ao Pico!!

  1. Oi!
    é necessário acampar?
    Subir a trilha lá pelas 4 da manhã e voltar para as pousadas proximas e valido?

    • Oi Bruna,
      Não necessariamente, já li relatos de pessoas que chegam no fechamento do parque, que ocorre às 22:00 hs, ficam pelo acampamento dando um tempinho e depois começam a subida.
      Mas necessariamente para subir o Pico, você irá precisar se registrar, então pergunte na ocasião se o fechamento ocorre às 18:00 ou às 22:00 hs. No ano passado, o fechamento ocorria às 22:00 hs, mas pode ser que tenha mudado.
      E para começar a subida às 4:00 hs você já tem que estar dentro do parque, om a sua reserva feita.A volta seria indiferente, pois subindo às 4:00 hs da manhã, chegaria mais ou menos com o sol nascendo e até voltar ao acampamento, descer a serra e chegar ao povoado mais próximo, já seria de manhã, então você não teria problemas.
      Um abraço,
      Marcia

  2. Ola boa tarde

    È obrigatória o uso de guias, faço parte de um grupo online de mochileiros e eles disseram que foram com um grupo pagaram o guia porem no final das contas fizeram sozinhos e agora sempre vão sozinhos no caso do guia seria somente necessário em trilhas noturnas???

    Estou em Sp é muito difícil chegar ate ai vi que de carro são por volta de uns 778 km+- .

    Quanto se gasta para fazer esse passeio ate chegar no camping?

    att

    • Olá Moisés,
      Não é obrigatória a contratação de guias para a subida do Pico, mas você tem que se registrar na Portaria e se for acampar, é necessário fazer a reserva para o acampamento.
      Nós subimos de madrugada, para ver o nascer do sol lá de cima, e na época da nossa subida, em 2013, eles tinham acabado de pintar as plaquinhas sinalizadoras, estava bem claro, deu para enxergar direitinho. Se atualize com o pessoal da Portaria do Parque para ver como está a sinalização.
      De carro é bem complicado mesmo, mas o pessoal da Pousada Beija Flor me falou de um ônibus que sai para uma cidade perto de lá, faz o translado durante a noite toda, mas pelo menos é um ônibus só e depois dá um jeito de ir até Patrimônio da Penha. https://www.facebook.com/beijaflorcaparao/?pnref=lhc. Manda uma mensagem para a Relva que ela te responde.
      O passeio que você diz são as cachoeiras? Se for, você não paga nada, já passou pela portaria do Parque e fica tudo lá dentro, de graça.
      Espero que te ajude, mas qualquer coisa, me mande um alô.
      Abraços,
      Marcia

  3. Oi
    To me programando pra ir em fevereiro de moto do Rio Grande do Sul pra subir o Pico da Bandeira. Até que ponto pode subir com a moto, sabem me informar? Li que tem um estacionamento próximo a área de camping.
    A subida até o pico é muito difícil para quem não tem muita experiência e que vai sem guia?
    Obrigado!

    • Olá Tiago,
      Obrigada pela leitura e pelo comentário.
      Que viagem fantástica será essa sua!
      Pelo que eu li, parece que motos não podem entrar no parque. Provavelmente você terá que deixar a moto na portaria.Mas se certifique aqui:
      .Telefones: (32) 3747-2086/2943.
      . e-mail para parnacaparao@gmail.com
      Nós fomos de carro, então subimos de carro até o segundo acampamento, a Casa Queimada e deixamos o carro no estacionamento que fica a menos de 300 metros.
      Nós também subimos até o pico sem guia, mesmo saindo de madrugada, para pegar o nascer do Sol lá em cima, como todos fazem.
      Os guarda-parques nos informaram que haviam reforçado a sinalização há bem poucas semanas, então estava bem claro para visualizarmos as marcações, mesmo de madrugada.
      Quando você ligar ou mandar email para o pessoal do Parque, cheque essa informação também.
      Uma boa viagem e nos conte como foi depois!
      Um abraço!

    • Olá Ricardo,
      Obrigada pela leitura e pelo comentário.
      Não achei restrições de subida no mês de janeiro, mas seria melhor você checar isso com o próprio pessoal do Parque, na portaria, nos telefones e e-mails que constam no post.
      A grande questão acredito que seria sobre o clima, porque se estiver chovendo muito ou nublado demais, o visual fica prejudicado.
      Um abraço!
      Marcia

  4. Super gosteei das informações.. queria tirar algumas duvidas.. paga pra entrar no parque um valor e pra acabar outro ? pelo que li da pra ir de madrugada de boa sozinho? vou com meus pais e meu marido .. a algum lugar pra alugar barracas e sacos de dormir ? é muito caro ? pois não tenho e queria me programar.. pretendo ir na primeira semana de setembro pra casa da minha avó que é em manhumirim e ja iria aproveitar para conhecer o pico da bandeira

    • Thawana,
      Mil desculpas em responder… acredito que à essa altura você já tenha visitado o Parque…
      Mas… vamos lá…o valor para entrada é um só valor. Você não vai pagar outro valor para sair. Nós conseguimos subir tranquilos de madrugada, porque na semana seguinte haveria uma competição (que começava de madrugada) então a administração do Parque tinha pintado tudo. Estava bem demarcado, era bater a lanterna e achar o caminho (mais as informações que a Pousada Beija Flor nos havia dado no dia anterior). Não achei do lado capixaba lugares muito estruturados para esse tipo de aluguel de barracas e sacos de dormir. Acredito que do lado mineiro, em Alto do Caparaó, onde a entrada é mais famosa e estruturada, você pode encontrar este tipo de equipamentos.
      Espero que você tenha conseguido conhecer o Pico na sua ida para Manhumirim.
      Um abraço!
      Marcia

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *