Hollywood Studios

Era plena segundona, e nós, estreando na Disney. Como já havíamos feito a lição de casa, decoramos o nosso ponto de estacionamento, vendo o personagem e o número da fila onde estacionamos. Pegamos o trenzinho que nos levou até a entrada do Parque, mostramos o voucher com os ingressos, hora de colocar o polegar e pronto!

O parque já chamou a atenção pela decoração natalina, tudo muito fofo, limpo, organizado.

Como não somos os mais indicados para isso, deixo as apresentações do Parque com o blog da  Andreza Dica e Indica Disney, que é especializada no assunto e nos guiou nesta viagem:

…”Aqui tudo é inspirado em filmes e desenhos.

O parque é dividido basicamente em 4 regiões: Hollywood Boulevard/ Echo Lake, Streets of America, Sunset Boulevard e Pixar Place/ Animation Courtyard”….

Sunset Boulevard

   Começamos com uma das atrações mais esperadas para nós, neste parque:

Rock 'n' Roller Coaster Starring Aerosmith

Rock ‘n’ Roller Coaster Starring Aerosmith.

            Como já li em algum lugar, até as filas são uma atração à parte. Cada paradinha é feita para entreter a todos e tornar a espera digamos, menos dolorosa. Felizmente, não pegamos quase nenhuma fila em toda a nossa estadia. Recomendo muito ir nessa época que fomos. (Dezembro). (ou não sei foi pura sorte de principiante).

A simulação que fazem da banda conversando é bem feitinha, parece verdade.

A montanha- russa é bem legal também, o Steve Tyler fala, fala, fala e a diferença desta é que ela já sai em super velocidade, ao som da música deles bem alto.  Lá dentro, tudo muito rápido e escuro e você vê vários pontos brilhantes, cheio de luzes coloridas.  Saindo do brinquedo, lógico, as indefectíveis lojinhas temáticas. Como não poderia ser, muita ambientação rock’n roll. Minha sobrinha não pôde deixar de comprar um par de baquetas novas para o pai, lógico…

O "estúdio"

Depois, como não poderia deixar de ser, ainda nos sentindo encantados com tudo aquilo, tivemos que entrar em quase t.o.d.a.s as lojinhas que víamos pela frente. Adoramos a lojinha dos Vilões, tudo meio gótico, sombrio, as meninas tinham que provar quase todos os chapéus que viam pela frente, e o Ogro não pôde deixar de trazer uma camiseta linda, com aquele demônio que aparece no final de Fantasia.

Passamos então para a ala The Magic of Disney Animation, dentro da Disney Hollywood Studios. Me impressionei com o estacionamento de carrinhos, logo na entrada.

Por coincidência, pegamos o Mickey no red carpet. Não pegamos a fila, pois as meninas, agora já crescidas, não fizeram questão, mas demos a volta para tirarmos uma fotinha.

Olha esses desenhos!

 

Babei depois, na ala dos desenhos, feito pelos artistas da Disney e divididos em séries, como Castelos e Chalés, Paisagens, Cidades e mais outros e o Ogro quase enlouqueceu com a versão Disney de Star Wars, que estava bem recente (a fusão aconteceu no finalzinho de outubro), e ver tantos e tantos produtos (brinquedos, quadros, miniaturas) deu a dimensão do poderio do Império (da Disney gente, não do Palpatine) e do tamanho da organização.

Depois, voltamos para a Torre do Terror, na ala da Sunset Boulevard, pois pegamos o FastPass. A dica aqui já está mastigada no Viaje na Viagem, do Comandante Ricardo Freire:

Uma das várias maquinhinhas do Fastpass

Bem legal aqui, a fila da espera, tem um “brinquedinho” que dependendo do que você aperta, toca um som diferente. Depois da entrada, o cenário fica mais sinistro, com uma ambientação escura, pesada, teias de aranha, móveis velhos, etc.. As meninas morrendo de medo, pois o Ogro sempre fez o favor de assombrar com histórias sobre este brinquedo, e as duas foram praticamente de olhos fechados no começo.

A Torre do Terror

Eu pensei que o elevador despencasse de uma vez, ele sobe, sobe, mas depois vem fazendo paradinhas no meio, então não é tão assustador assim.  Vale mais a ambientação e o cenário, e como é um clássico, vale a visita, sem dúvida.

Passamos então, para a Pixar, na ala da Pixar Place/ Animation Courtyard, com o Toy Story Midway Mania.

            Aqui, foi o lugar que pegamos a maior fila em toda a nossa visita: quase 70 minutos de espera!!!

Com o Woody

No brinquedo, uma atração em 3D, com os personagens de Toy Story, você vai atirando usando os óculos 3D, em vários alvos e o diferente aqui é que dependendo do alvo, você é atingido por uma lufada de vento, água espirrando, e os sustos são bem legais.

Depois desta espera toda e de brincar aqui, fomos comer, um lanche esquisito, não muito gostoso, eu e minha sobrinha pegamos de carne moída (que pensamos que era hambúrguer, mas era carne moída refogada com molho de tomate ruim), os da Júlia e da minha sogra eram de frango, mas para variar (como seria frequente) muito apimentados. O único que se salvou foi o Ogro, de frango com salada.

Passamos também pelo Voyage of the Little Mermaid, um passeio num barquinho e que vai mostrando os flashes do filme. Bem montado, um cenário bem bonitinho, mas, meio sem graça…

Cogumelos gigantes

Pulamos para a ala do Streets of America, e mesmo as meninas já não serem tão meninas assim, se esbaldaram na parte do Honey, I Shrunk the Kids – Movie Set Adventur, um brinquedo baseado no filme “Querida, Encolhi as Crianças”.

Nessa parte, ficam os cenários que imitam cidades dos Estados Unidos e todo mundo tem que tirar sua foto básica.

Olha, a gente foi para São Francisco!

Fomos depois para Muppets:Muppet Vision 3-D.  É um filme em 3D, bem bonitinho, para quem viveu essa época. As meninas, mesmo não tendo vivido esta época se divertiram com a atração. Na saída, na lojinha, o Ogro teve que colocar o chapéu do seu irmão gêmeo, separados ao nascer, o Animal.

O Ogro com o chapéu do Animal, feliz

Quando estávamos saindo do Muppets, passava uma das paradas, nossa primeira na Disney, a Pixar Pals Countdown to Fun parade. Paramos um pouquinho para ver, mas as meninas cansaram logo e estávamos de cara com a atração do Star Wars, o Star Tours, na área do Hollywood Boulevard/ Echo Lake, e aproveitamos que todos estavam assistindo a parada para pegar a atração sem nenhuma fila. Obrigatório para fãs, como o Ogro. Outro simulador, com óculos 3D, e conforme nossa hostess Andreza,  você pode repetir várias vezes a atração, pois são mais de 50 filmes diferentes. Ai se o Ogro soubesse disso na hora, não teríamos saído deste brinquedo…

O treinamento dos padawans

Na saída, hora do Treinamento e Recrutamento de Padawans, com treinamento do Darth Vader em pessoa. A criançada delirava!

Horários do treinamento

Já que estávamos na área, paramos para assistir o o Indiana Jones Stunt Spectacular. Bonitinho, bem feito, efeitos visuais legais, com direito a fogos e explosões, mas chegou no meio da apresentação a gente já queria sair.

Só não conseguimos porque pegamos lugar bem no meio, então atrapalharíamos toda a platéia, então o jeito foi ficar por lá mesmo. Nem para fãs ardorosos (que éramos) acho legal. Deve ficar interessante só para aqueles que forem chamados para “atuar” como dublê e os conhecidos que ficarem na platéia.

Siga a estrada amarela

Depois, fomos ao The Great Movie Ride. A atração fica atrás do chapéu e num carrinho, você percorre cenários representando clássicos do cinema. É o típico brinquedo para descansar, mas para cinéfilos, como nós, é legal. Passagens com o John Wayne, a arca perdida do primeiro Indiana Jones e o Mágico de Oz. As meninas acharam muito chato.

Já anoitecendo, eu e minha sogra fomos pegar lugar para o Fantasmic, enquanto o Ogro e as meninas foram repetir a Torre do Terror, as meninas para irem de olhos abertos desta vez…

Como todos os comentários dizem, um espetáculo imperdível!

Pegamos um lugar mais para cima, para não nos molharmos, como indica a Andreza:

“O show, que tem duração de 25 minutos, é realmente lindo. Mistura-se técnicas de projeção de imagens em fontes de água (IMPORTANTE: AS PRIMEIRAS FILEIRAS COSTUMAM FICAR MOLHADAS, DEVIDO ESSA TÉCNICA. FUJA DE LÁ, CASO VOCÊ NÃO QUEIRA FICAR ÚMIDO) com participação de atores, com surgimento de enormes robôs. Fogos e efeitos especiais dão um toque ao show. Considero super imperdível se é sua primeira vez em Orlando.

Atenção: o show só ocorre alguns dias na semana, portanto se certique que ele será exibido no dia que você pretende visitar Hollywood Studios, senão ficará sem ver o show…”

O show de água e luzes, Fantasmic

Não esperava o que iríamos assistir, mesmo lendo antes e além da tecnologia impressionante, pois são passados filmes numa cortina d’água, efeitos de luz, sons e imagens e mesmo com os inúmeros filminhos toscos que fiz, (que não vou colocar aqui para preservar você, leitor), não dá para explicar em palavras.

Eu sei, mega clichê falar isso, mas só assistindo ao vivo e à cores!

 

 

Share this:
Share this page via Email Share this page via Stumble Upon Share this page via Digg this Share this page via Facebook Share this page via Twitter

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *