Proibições

Gente, olhando a imagem (e se imaginando no lugar daquele que está sentado ali, contemplando a imensidão em baixo), pensamos que é o blog é proibido para:
-pessoas que perguntam por que e prá que a gente viaja(realmente, quem prergunta isso, não merece resposta…)
-pessoas que supervalorizam: a hotelaria, o luxo, o conforto e o glamour (fica em casa, ué…);
-mal humor, má vontade, reclamação, grosseria e individualidade;
-gente que vai viajar não para conhecer novos lugares, pessoas, comidas, artesanato, cultura, sons e cheiros, mas que vai desfrutar de uma “prestação de serviço” (vai para um restaurante, ora, nem precisa dirigir tanto);
-gente que tem criança e procura em primeiro lugar, se o “Hotel” tem um grupo de recreação (vc teve filho para curtir bons momentos com ele e viver a vida ou prá largar para a primeira babá- entenda-se cunhado, mãe, primo ou quem estiver dando sopa na sua frente?)
Eu sei, eu sei, eu sei, é tudo muito forte, mas… andando um pouquinho por aí, a gente percebe que o importante é ser feliz.. e levar alegria para onde a gente andar (e trazer um pouquinho com a gente também).
Viagens em família, com crianças e adolescentes voltadas principalmente ao Ecoturismo
Share this:
Share this page via Email Share this page via Stumble Upon Share this page via Digg this Share this page via Facebook Share this page via Twitter

3 Comments on “Proibições

  1. Nunca tinha lido uma colocação tão verdadeira e sicera, da qual concordamos absolutamente em gênero, número e grau. Vocês captaram a essência do que é viajar para conhecer, viver, e compartilhar estes momentos tão importantes. Que bom que existem pessoas que acreditam no simples fato de ser, não do apenas ter!! Parabéns. Ass. viagemfamilia.com

  2. Queridos amigos do Viagemfamília!
    Quando escrevi isso, achei realmente um tanto quanto forte, mas por incrível que pareça (e vocês sabem de pelo menos um desses casos, que comentamos quando nos encontramos) são todas referências a citações que ouvimos de verdade!
    Como este tipo de comentário nos incomoda profundamente e vai contra a essência de tudo que julgamos importantes fizemos este post no comecinho do blog.
    Interessante como nós que temos a mesma visão de mundo, com os valores parecidos acabamos nos encontrando (e nos tornando amigos, que bom!).E é a segunda família que faz esta citação do ser e do ter.
    Obrigada e um grande abraço!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *